VIDRO (GLASS)

E ai galera, tudo bem com vocês?

vidro

Nesse que é o fechamento da trilogia formada por Corpo Fechado (Unbreakable) e Fragmentado (Split)acompanhamos principalmente Kevin (James McAvoy) que possuí um distúrbio de personalidades. Porém dessa vez, está preso numa instituição psiquiátrica junto dos participantes da primeira parte, David Dunn (Bruce Willis) e Elijah (Samuel L. Jackson). 

A direção é de M. Night Shyamalan, que produziu com grande qualidade as outras duas partes.

O filme pode ser dividido em três partes, sendo a primeira a melhor. Nela acompanhamos como estão atualmente os três personagens, nesse ponto tudo correu bem, a quantia de tempo destinada para cada um e as motivações deles são reais. Porém ao iniciar o segundo ato, também começam os problemas, algumas soluções encontradas e as decisões dos personagens são totalmente incoerentes. Para finalizar o filme e a trilogia, o roteiro resolve toda a questão de uma maneira bem preguiçosa.

Num aspecto geral o filme tem suas qualidades, se posso destacar uma sem duvidas, é McAvoy que consegue mudar suas personalidades de forma muito crível e muitas vezes sem cortes.  Outro ponto legal, é a participação Shyamalan como ator e a reutilização do ator Spencer Treat Clark como filho do David Dunn.

Acredito que foi um final interessante, mas deveria ser muito melhor, uma franquia responsável por humanizar heróis e vilões terminar com essa falta de criatividade, me pareceu no mínimo apressado.

E como sempre na sua carreira, Shyamalan produz grandes expectativas e não consegue atende-las.

 

 

Anúncios

ATÔMICA

E ai galera, tudo bem com vocês?

Atomica.png

 

Esse filme é uma grande exploração de momentos frenéticos e ação de alta qualidade. Como grande protagonista temos Charlize Theron (Mad Max e Monster) e ao seu lado James McAvoy (Fragmentado e X-men) e ainda com participações mais contidas de John Goodman e Toby Jones.

Provavelmente sua principal qualidade fica por conta de suas grandes cenas de ação e um plano sequência longo e muito bem elaborado. Além de Charlize  que protagonizou várias cenas muitos bem coreografadas e elevando o ritmo do filme, como já havia nos dado pistas no excelente Mad Max. Por outro lado as várias cenas de interrogatório acabam criando essa quebra no clímax e nos prendendo em vários períodos arrastados e sonolentos.

A trilha sonora é outro acerto, com musicas de George Michael, The Clash e Queen. Nos trazem aquele sentimento nostálgico dos anos 80 e 90.

Sem duvidas é um ótimo filme, nada que possua muitas camadas ou atuações inspiradoras. Mas para realmente apreciar ótimos momentos de ação em que uma mulher combate diversos homens durante a guerra fria.

 

O que vocês acharam do filme?