MEUS MELHORES DESENHOS DA HANNA-BARBERA NA FINADA TV MANCHETE

E aí galera, tudo bem com vocês?

 

Os Herculóides

É um desenho animado que misturava ação, aventura e ficção cientifica, focado num grupo perdido no planeta Quasar e que são constantemente atacados por forças malignas que tentam se apoderar do planeta.

Para defender o planeta o grupo conta com Zandor, líder do grupo, Tara a mulher de Zandor e o filho do casal chamado Dorno, que se utilizam de um escudo de diversas utilidades e uma funda (estilingue ou bodoque).

Eles ainda contam com a ajuda de Igoo, um macaco gigantesco de pedra, que possui uma enorme força física, Tundra um rinoceronte pré-histórico que lança pedras através de seus chifres, Zok um dragão voador que solta raios pelos seus olhos e cauda e que também serve como meio de locomoção e finalmente com Glup e Glip uma dupla de criaturas que podem adquirir qualquer forma e também de se multiplicar.

A série possui 36 episódios originais que foram transmitidos entre 1967 e 1969 e 11 episódios criados em 1981 e 1982.

 

Space Ghost

O herói intergaláctico usava uma roupa branca, máscara preta, tendo a capacidade de voar e ficar invisível, graças ao seu cinto de invisibilidade que também lhe concedia superforça. Space Ghost tinha ainda, em cada pulso, um bracelete com botões que, quando pressionados, emitiam raios com várias funções, entre elas, a projeção de escudos de força. Com muita concentração ele podia também se teleportar, transformando todos os átomos de seu corpo em energia. Mesmo com a capacidade de voar, Space Ghost tinha uma espaçonave, chamada de Cruzador Fantasma, que podia atingir altas velocidades e estava sempre equipada com inúmeros armamentos de tecnologia avançada. Em suas aventuras, patrulhando as galáxias, Space Ghost contava com a ajuda dos gêmeos Jan, Jace e o macaco Blip, entretanto ele só apareceria na década de 1980. Os três possuíam um cinto de invisibilidade, um aparelho de comunicação e um pequeno jatinho nas costas que os fazia voar. Jan e Jace tinham ainda, uma espécie de motocicleta voadora.

História

No final da década de 1960, a emissora americana CBS, que estava perdendo audiência para ABC, encomendou um desenho de ficção-científica com heróis dotados de super-poderes. A Hanna-Barbera que só tinha experiência com desenhos leves (exceto Jonny Quest), não tinha uma equipe de roteiristas e desenhistas com prática nessa área, mas aceitou o desafio.

A produtora contratou o desenhista Alex Toth, que já havia desenhado gibis de super-heróis como o Flash e Lanterna Verde para a DC Comics. Toth havia criado HQs para a EC Comics, nos anos 50 e quadrinizado diversos filmes e séries de TV como Zorro e Rio Bravo. Ken Spears e Joe Ruby foram chamados para roteirizar o desenho. Toth tomou como base o herói dos quadrinhos da Marvel, The Spectre, e criou um herói espacial chamado Space Ghost.

Em 1991, Space Ghost apareceu na TV Manchete, numa faixa intitulada Sessão Animada. Em 1993 começou a fazer parte do Clube da Criança, agora apresentado por Mylla Christie.

A série possuí 2 temporadas com 42 episódios de 30 minutos.

 

Frankenstein Jr.

Frankenstein Jr. foi criado pelo jovem cientista Bob Conroy (um garoto muito inteligente) com ajuda de seu pai, o experiente cientista Dr. Conroy. O gigantesco robô possuí grandes habilidades, como voar através de jatos embutidos em seus pés, além de poder emitir raios destruidores através dos dedos das mãos. Assim, quando o mundo está correndo perigo, Bob aponta seu anel de controle remoto e ativava Frank, sentando no ombro do robô e os dois saem do laboratório para combater o mal.

História

Em 1966 Hanna e Barbera criaram uma animação baseada no romance do Moderno Prometeu, escrito por Mary Shelley em 1817, onde a escritora britânica narra a história de Victor Frankenstein, e do seu monstro de laboratório. Mesmo se tratando de um romance aterrorizante, a figura amável do Monstro já tinha uma aproximação grande com o público infantil e a ideia de transformá-lo em super-herói e fazê-lo lutar pelo bem foi usada no desenho. A animação transforma o monstro do livro num gigantesco robô com super poderes, pronto para combater todos os tipos de vilões.

A série possuí 1 temporada e 18 episódios com 7 minutos. Com grande frequência foi transmitido junto com Os Impossíveis.

 

Jackson 5ive

A história do desenho narra as aventuras da dançante família Jackson, acompanhada do empresário Berry Gordy, proprietário da gravadora Motown. Junto ao grupo estavam os intrigantes animais de estimação Ray e Charles, um casal de ratinhos, e Rosie, uma cobra cor-de-rosa.

As histórias giravam em torno de Michael Jackson, o menor dos irmãos, mas que sempre se colocava em situações complicadas. O desfecho das histórias sempre acontecia na linguagem do videoclipe, executando alguma de suas canções, sob um visual psicodélico, repleto de cores e formas, intercalando cenas do episódio, geralmente com perseguições e diversas outras situações de risco.

História

Com o sucesso estrondoso que Os Jacksons faziam em todo o mundo a Rankin/Bass, que já tinha produzido o desenho The Beatles, levou o grupo para às telinhas em formato de desenho animado. Arthur Rankin e Jules Bass são mais conhecidos por produzirem as séries animadas ThunderCats e Silver Hawks.

O desenho Jackson 5ive, foi exibido originalmente pela rede americana ABC entre novembro de 1971 e novembro de 1973, com 2 temporadas e no total 23 episódios de 30 minutos.

 

Os Impossíveis

O grupo que protagonizava a série era formado por Coil O Homem Mola, Multi-Homem e Homem-Fluído, um trio de roqueiros integrantes de uma banda que esconde secretamente a identidade de um grupo de super-heróis. Assim que alguma ameaça ocorra, a equipe entra em ação e se transforma para combater os vilões. O grupo se chamava “Os Impossíveis” tanto em sua versão roqueira como quando exibiam seus superpoderes contra o crime. Já O visual dos heróis antes da transformação era o das bandas da época.

História

No dia 10 de setembro de 1966, era lançado um clássico dos desenhos animados baseado nos costumes da época, explorando com ironia duas modas da década de sessenta, os grupos de rock e os super-heróis.

O programa era exibido na rede norte-americana CBS, junto com outra animação, o Frankenstein Jr. durou 1 temporada com 36 episódios de 7 minutos.

 

Então galera, lembram desses desenhos? Parece que estou ficando velho… hehehe

 

 

Anúncios

MEUS MELHORES CROSSOVERS DE DESENHOS

E aí galera, tudo bem com vocês?

 

 

Os Ho-Ho-Límpicos

O desenho mostrava a história de vários personagens da querida Hanna-Barbera, divididos em três times, que competiam em vários esportes, ao redor do mundo. Foi criado seguindo os parâmetros das Olimpíadas. Estreou em 1977, logo após as Olimpíadas de Montreal de 1976 e teve duas temporadas, com 24 episódios.

As competições esportivas sempre eram cômicas, cada episódio se passava em uma cidade diferente. Todo episódio tinha um narrador desconhecido (André Filho), um apresentador (Leão da Montanha) e um comentarista (Lobo Bobo).

Para quem tem interesse em assisti-los hoje em dia ele tem presença garantida no Canal de TV a cabo Tooncast.

Scooby-Doo e Batman

Já nesse caso, a participação aconteceu dentro do programa do Scooby-Doo e a dupla dinâmica (como eram chamados até então) aparece para ajudar a desvendar um mistério.

Ainda como um plus, aparecem o Coringa e Pinguin como vilões da trama.  O nome do episódio é “O Dinâmico Caso de Scooby-Doo!” e faz parte de “Os novos filmes do Scooby-Doo” que foi transmitido entre 1972 e 1973 e contou com duas temporadas e 24 episódios ao todo. Em cada episódio havia sempre um convidado especial, como Os Três Patetas, Família Addams, Harlem Globetrotters (equipe de basket americano).


Os Flinstones e Os Jetsons

Esse desenho começa com Elroy construindo uma máquina do tempo como trabalho da escola. Durante um teste em que a familia iria viajar para o futuro, ocorre um erro e eles terminam viajando para a pré-história, assim encontrando Os Flintstones e causando muitas confusões por conta de seus costumes.

O filme foi lançado em 1987 e possuí 92 minutos de duração.

Scooby Doo e Johnny Bravo

Nesse caso, se passa no mundo de Johnny Bravo. Johnny se une a Scooby e seus amigos para investigarem o desaparecimento de sua tia Jebedissa. O episódio inclui muitas cenas divertidas que prestam homenagem à série original, especialmente a confusa cena de perseguição que habitualmente acontece em Scooby-Doo.

O nome do episódio é Bravo Dooby Doo e faz parte da primeira temporada do clássico desenho da Cartoon Network.

 

Family Guy e Os Simpsons

Nesse caso o desenho se passa no mundo de Family Guy. A história inicia com os Griffins fazem uma viagem e pousam em Springfield, onde se encontram com a família Simpson. Stewie fica fascinado com brincadeiras da escola de Bart, Lois e Marge têm uma boa relação, Lisa tenta encontrar um talento especial em Meg e Peter discute com Homer sobre qual marca de cerveja é melhor.

O nome do episódio é “Os Simpsons da Pesada”, sendo o primeiro episódio da décima terceira temporada, sendo transmitido primeiramente pelo canal fechado FX.

 

Ja conheciam esses Crossovers? Comentem aí outros que vocês lembram.