PRIMEIRA ANIMAÇÃO DA HISTÓRIA

E aí galera, tudo bem com vocês?

el apostol

O primeiro desenho animado foi do francês Émile Reynaud, que criou o praxinoscópio, sistema de animação de 12 imagens, e filmes de aproximadamente 500 a 600 imagens, projetados no seu próprio théatre optique, sistema próximo do moderno projetor de filme em 28 de outubro de 1892. Apesar do sucesso dos filmes de Reynaud, demorou algum tempo até que a animação fosse adaptada na indústria cinematográfica. O pioneiro do cinema Georges Méliès, ocasionalmente usou animações de objetos em seus filmes.

O primeiro longa-metragem animado foi El Apóstol, (1917) do argentino Quirino Cristiani, mostrado na Argentina.

 

Já sabiam dessa história?

Anúncios

PRIMEIRO FILME DE FICÇÃO CIENTÍFICA DA HISTÓRIA

E ai galera, tudo bem com vocês?

viagem-a-lua

Considerado o primeiro filme de ficção científica, a obra Viagem à Lua era lançada em 1902. A produção francesa foi inspirada em dois romances populares de sua época, Da Terra à Lua, de Julio Verne e Os Primeiros Homens na Lua, de H. G. Wells. O filme teve roteiro e direção de Georges Méliès, com assistência de seu irmão Gaston Méliès.

 

Já conheciam esse filme?

MINHAS MELHORES SÉRIES DA HISTÓRIA

E aí galera, tudo bem com vocês?

Friends

A história central é focada na vida de seis amigos e no seu dia-a-dia peculiar, com todos os problemas de trabalho, família, dinheiro, sexo, compromisso e sobretudo, amor e amizade.

Período de exibição – 1994  até 2004

 

Game Of Thrones

game-of-thrones-logo-compressed

A história é focada na disputa pelo poder dos sete Reinos, entre poderosas famílias.

Período de exibição – 2011 até agora

 

Breaking Bad

A história é focada na vida de um simples professor de química, que descobre possuir câncer e para ajudar sua família decide produzir Meta-anfetamina e comercializar.

Período de exibição – 2008 até 2013

 

The Walking Dead

A história segue sobreviventes de um ataque zumbi que está devastando os EUA, dessa forma eles precisam se unir para enfrentar diversos problemas.

Período de exibição – 2010 até agora

 

Prision Brake

A história é focada no plano de um homem para livrar seu irmão da pena de morte, dessa forma ele cria o plano mais ousado e coloca ele em pratica.

Período de exibição – 2005 até 2008 e 2017 até agora

 

Stranger Things

stranger things

A história é focada em quatro amigos que vivem os anos 80 de maneira bem nerd, mas alguns problemas misteriosos estão começando a acontecer, enquanto uma menina poderosa aparece na sua cidade.

Período de exibição – 2016 até agora

 

Então galera vocês já assistiram essas séries? O que acharam?

 

PRIMEIRO FILME BRASILEIRO DA HISTÓRIA

E aí galera, tudo bem com vocês?

os estranguladores

Os Estranguladores

Não existem registros oficiais, mas acredita-se que uma tomada de menos de um minuto, realizada pelo imigrante italiano Afonso Segretto, poder ter sido a primeira produção. Porém, Uma Vista da Baía de Guanabara, nunca chegou a ser exibido. Assim, com a chegada de energia elétrica industrial no Rio, o primeiro longa-metragem de fato viria somente em 1908, pelas mãos de Antônio Leal.

Apesar de possuir 40 minutos de duração, o filme de ficção é baseada em um crime ocorrido dois anos antes, que havia causado grande comoção pública. A história mostrava dois assassinatos e a investigação dos casos. O filme foi um sucesso de bilheteria, sendo visto por mais de 20 mil pessoas apenas em seu mês de estreia.

E então galera já ouviram falar desse filme?

O PRIMEIRO FILME COM FALAS DA HISTÓRIA

E ai galera, tudo bem com vocês?

The jazz singer (1927)

O Cantor de Jazz entrou para história por ser o primeiro filme falado. O estúdio Warner Bros. já havia feito antes o filme Don Juan com música e efeitos sonoros, mas este é o primeiro a trazer falas (poucas) e números cantados, ganhando um Oscar especial e dando grande impulso ao estúdio Warner que na época estava passando dificuldades financeiras.

Curiosidades

O filme tem 89 minutos e teve o som gravado separadamente das imagens, através de uma tecnologia chamada Vitaphone, desenvolvida pelos estúdios Warner.

O sistema Vitaphone gravava sons em discos e era bastante complexo, precisando ser tocado em sincronia com a projeção. A tecnologia foi usada durante apenas 4 anos, até ser substituída por uma mais avançada.

Como se tratava de uma transição do cinema mudo para o falado, tem longas sequências em silêncios interrompidas com canções esporádicas.

Na época, o racismo ainda era muito evidente nos EUA, e os negros raramente apareciam no cinema. Por isso, o ator Al Jolson utilizou a hoje bastante criticada técnica de maquiagem blackface, na qual um intérprete branco escurece o rosto para se passar por um afro-descendente.

“Espere um minuto, espere um minuto, você ainda não ouviu nada”. Essa foi a primeira frase da história do cinema, sendo eleita a 71ª melhor de todos os tempos pelo American Film Institute.

O filme custou US$ 500 mil – uma grande quantia para os padrões de Hollywood em 1927. Felizmente, a Warner arrecadou uma bilheteria quase 8 vezes maior (US$ 3,9 milhões) e provou que o público estava preparado para a novidade.

 

E alguém já ouviu falar ou viu esse filme?

 

VINGADORES – GUERRA INFINITA

E aí galera, tudo bem com vocês?

guerra infinita

Meus amigos esse filme é demais, difícil saber por onde começar a falar.

Inicio pela nostalgia que nos acompanha, já que dessa vez vemos todos os heróis dos últimos dez anos da Marvel juntos e pela quantidade de cenas de ação que me deixaram extremamente envolvido pela história.

Na minha opinião o melhor do filme foi Thanos (Josh Brolin), que deu vida para o melhor vilão dessa longa franquia, além de ser um ser extremamente forte, ele possuí motivações muito importantes e pessoais.

Outro ponto que chamou muita atenção foi o roteiro, que acabou sendo criado com quatro núcleos principais e ainda dentro deles, existem alguns sub-núcleos. Dessa maneira ele pode acompanhar e desenvolver muito bem o filme, mesmo com suas quase três horas de duração que passaram rapidamente.

Ainda falando de atuações, Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Capitão América (Chris Evans), Dr. Estranho (Benedict Cumberbatch) e Thor (Chris Hemsworth) são figuras muito importantes e na minha opinião são os pontos principais do filme, com atuações diferenciadas e uma boa ajuda do roteiro.

Homem Aranha (Tom Holland), Hulk (Mark Ruffalo), Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen), Peter Quill (Chris Pratt) e Rocket (Bradley Cooper) são coadjuvantes de luxo e elevam a trama para um nível muito superior, com atuações pontuais e ótimo time para comédia e drama.

Agora salientando personagens pouco aproveitados já inicio por Pantera Negra (Chadwick Boseman) que recentemente em seu filme solo fez muito sucesso, dessavez foi sub aproveitado e no máximo é um mero número entre tantos outros. Viúva Negra (Scarlett Johansson) como de costume é deixada de lado, se tornou uma participação especial.

Falando da fotografia que é incrível, como souberam usar os vários ambientes onde se passa e como isso acrescentou muito no resultado final da trama.

Uma participação muito especial é de Peter Dinklage (Tirion de GOT), que da vida para Eitri o rei anão, que faz uma boa participação ajudando Thor em algumas passagens.

Esse é um filme que me prendeu até o final e certamente indico para amantes da Marvel, principalmente para quem acompanhou todas produções, assim ficando muito mais fácil entender as referências. Existe uma cena pós créditos que deixa um gancho para o próximo longa.

O MECANISMO, LAVA JATO E REFLEXÕES POLÍTICAS

E aí galera, tudo bem com vocês?

 

 

Já assisti a série O Mecanismo fazem algumas semanas, mas chamou tanto minha atenção que resolvi ler o livro Lava Jato do escritor Vladimir Netto (inspiração para a criação do roteiro) antes de expor minha opinião.

Primeiramente a série foi criada e dirigida por José Padilha (Tropa de Elite, Robocop e Narcos) um dos melhores, ou senão o melhor diretor brasileiro dos últimos tempos. A direção da série é muito boa, não deixando nada a desejar e mantendo o alto nível de suas outras obras.

O roteiro adaptado não é o melhor quesito, acredito que alguns pontos são fracos, mas sem duvidas me prendeu até o final da temporada. Por motivos óbvios foram alterados os nomes originais dos personagens, assim como o de empresas. Mas fica evidente quem é quem nessa história “fictícia” do Brasil.

As atuações são destacadas, para Selton Mello que é o personagem principal, um homem totalmente afetado pelo trabalho, que doa sua vida profissional e pessoal em função de sua busca pela justiça. Como coadjuvante de luxo aparece Carol Abras, discípula de Selton dentro da PF, possuindo o mesmo faro e instinto de seu mestre.

Agora em relação ao livro Lava Jato que foi inspiração para a série, ele conta de maneira contundente toda as manobras e escolhas feitas pelo juiz Sérgio Moro para iniciar a maior operação contra a corrupção do nosso país, lutando contra as empresas mais poderosas e seus partidos políticos.

A leitura é pesada, tomada por termos políticos e da justiça, porém ele expandiu minha visão em relação a tudo que acontece no Brasil em todas as frentes imagináveis. E isso é assustador por saber que estamos dentro de “um mecanismo” como aponta a série, mas por outro lado aumentou meu interesse por essa questão que está em descrédito com a população brasileira.

Sem duvidas indico o livro para pessoas que desejam entender o que está realmente acontecendo em nosso corrupto país, uma biografia que aborda vários crimes reais e não apenas noticias tendenciosas manipuladas pela mídia.

 

E agora vou expressar minha opinião em relação ao momento atual da nossa política, vivemos num país polarizado em que todos têm o costume de fazer a separação entre, direita e esquerda, mas que na minha opinião a divisão é entre os políticos, os fanáticos e os desinteressados.

E sem duvidas esse é um problema na base, pois acaba por influenciar na população que já não acredita em mudanças e aceita seus “pequenos” subornos diários, assim criando uma reação em cadeia que também influencia as gerações futuras.

Mas evidente que esse não é o problema principal, mas sim a falta de critérios na hora de escolher seus candidatos, estou com trinta e dois anos e desde os dezesseis exerço meu direito de voto, no inicio nunca recebi instruções de como escolher meu candidato, isso deveria ser explicito na escola e principalmente em casa, porém nossas escolhas são baseadas em experiencias pessoais (família, trabalho e etc…), da mesma maneira que escolhemos os nossos times de coração e não por conhecer o trabalho e a carreira dos candidatos. E sim, a grande diferença é que no mundo político nossos representantes devem cuidar de todos os principais projetos e questões que influenciam a saúde, educação e segurança.

Esse é um papo difícil e nem é objetivo desse blog, mas como um cidadão preocupado com o futuro quero fazer a minha parte. 

Agora falando de minhas experiências pessoais, meus pais eram afiliados ao PT, pois sempre foram trabalhadores e acreditavam no discurso que o partido adotou durante todo o tempo em que lutou para chegar ao poder. Assim também fui petista durante algum tempo e não me arrependo, pois um dos melhores momentos vividos pela classe trabalhadora foi o período em que conseguiram a presidência da nação. Porém com o passar do tempo, aprendi a fazer minha escolhas e decidir o que é realmente correto e dessa forma hoje não escolho partidos, dificilmente falo em politica, até porque esse é um assunto problemático, mas é tanta gente escolhendo candidatos por impulso ou apenas por não existir uma opção melhor, que resolvi expressar minha opinião.

Agora realmente falando sério, sem demagogias, vivemos na era digital e possuímos toda a informação (e desinformação também) em nossas mãos, para realizar escolhas de pessoas que vão administrar o “meu” dinheiro e a vida de pessoas que fazem parte do meu dia a dia, não basta apenas ser o “menos” pior. Precisamos de pessoas sérias, que tenham compromisso com a verdade, que coloquem o “nós” sempre a frente do “eu”. Se o candidato X parece ser uma boa opção, procure o que ele fez de bom em suas gestões e também o que ele fez de ruim, pois como agente conhece de Game of Thrones nem todos são do “bem” ou do “mal” e sim somos cinzas. E devemos policiar a todos, e a nós mesmos nesse tipo de assunto.

Outro ponto extremamente difícil de aceitar, são as pessoas que defendem siglas acima de tudo e todos, devo fazer minha escolha e acreditar nela, mas se por algum motivo ela se mostrar errada, temos todo o direito e obrigação de mudar de opinião. Não temos nenhum tipo de vinculo com ninguém, essas pessoas que são escolhidas para nos representarem, são MUITO bem pagas e não precisam de fanáticos alienados e sim de “chefes” que saibam reconhecer os serviços prestados, mas também cobrar e punir quando não o fizer.

Não vou citar nomes dos envolvidos, mas se o candidato que você escolheu fez muito pela sua vida no passado e não faz atualmente, ele não é uma boa opção. Se o seu candidato tem várias promessas inovadoras com frases de efeito fortes, mas não possuí um histórico de bons trabalhos, ele também não é boa opção. Não podemos errar por omissão, é necessário mudar o que hoje está acontecendo e não será colocando pessoas com desvios de caráter, preconceituosas e descansadas que isso vai mudar.

 

Galera, sei que esse foi um post bem longo e isso é apenas minha opinião.