1917

E ai galera, tudo bem com vocês?

1917-george-mckay

Depois de muito tempo sem aparecer, resolvi voltar falando a minha opinião desse filme que entrou na lista de premiados do OSCAR de 2019.

Em primeiro lugar o filme se passa no ambiente de guerra, mas com toda certeza ele não é sobre a guerra. Seu foco é na história de dois soldados que precisam percorrer uma grande quantidade de campo para impedir um massacre de 1600 soldados, campo esse dentro das linhas inimigas.

O que mais chama atenção, são os planos sequências, que nos prendem e nos colocam dentro das situações que os protagonistas vivem, nos passando um ambiente de muito suspense e que a cada cena parece que algo horrível está por acontecer. O mais interessante é utilizar esse recurso dentro desse gênero, normalmente com diversos cortes e câmera tremida, dessa vez a câmera é aberta e amplia a nossa visão, nos colocando na perspectiva da cena.

As atuações dos dois protagonistas são ótimas, Dean-Charles Chapman (GOT) é um cabo desesperado para entregar uma carta e salvar seu irmão, entregou uma atuação muito crível, sendo possível sentir o medo da perda no seu rosto e expressões. Já George MacKay (Peter Pan) é um cabo que possuí o melhor arco da história, no começo entrou apenas pelo convite do amigo, mas no decorrer da produção cresce como ser humano e soldado. Ainda conta com as participações rápidas de Collin Firth (O Discurso do Rei) Benedict Cumberbatch (Doutor Estranho) e Richard Madden (GOT).

A direção de Sam Mendes (Skyfall) é impressionante, como conseguiu ter todo aquele padrão de outras produções de guerra, como fotografia e sons incríveis e inovar com uma imerssão impactante como pouco visto antes. E também nos efeitos especiais e práticos (Aquela cena do Cabo Tom apresentando a palidez instantâneamente ou a cena dos ratos nos túneis).

Existem poucos pontos a serem criticados, mas com certeza o roteiro original, muito pouco possuí do nome, essa já é uma história bem abordada em outras produções.

Curiosidades

Sam Mendes se inspirou nas histórias contadas por seu avô, Alfred Hubert Mendes, escritor de ascendência portuguesa que serviu o exército britânico durante a Primeira Guerra Mundial.

Os ratos são elementos muito importantes no filme. Não é para menos, os soldados da Primiera Guerra Mundial tiveram que conviver com milhões desses animais, que eram atraídos pelos cadáveres enterrados nas trincheiras.

Os mensageiros Blake e Schofield precisam encontrar o segundo batalhão do Regimento Devonshire para avisá-los sobre a emboscada alemã. O regimento britânico de fato existiu e lutou na Frente Ocidental da Primeira Guerra Mundial.

 

Vocês já assisitiram 1917? O que acharam do filme?

Um comentário sobre “1917

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s