CLUBE DA LUTA E SEU CAPITALISMO

E ai galera, tudo bem com vocês?

clube da luta

Sem duvidas, esse filme acabou sendo um gatilho em vários aspectos da minha vida, na primeira vez que assisti, o que mais chamou atenção foi o plot twist final. Mas após algum tempo ele passou a criar questionamentos reais, assuntos que até hoje me fazem analisar minhas escolhas e pontos de vista.

O Plot Twist

O narrador, como o conhecemos no início do filme, é um homem triste, sem expectativas. Cumpre suas obrigações com a sociedade, possuí um emprego padrão, casa própria e consome tudo que é comercializado em propagandas, no entanto é extremamente infeliz, o que resulta numa insônia sem fim.

Um pouco antes de conhecer Tyler durante um voo, ouvimos no seu monólogo que deseja que o avião caia. Uma pessoa desesperada, que não encontra nenhuma outra saída para essa vida angustiante. Encontrar Tyler muda o seu rumo, uma vez que este o incentiva a mudar sua percepção e deixar sua antiga vida para trás.

Eles são opostos em tudo, o que fica claro, nas suas casas. O narrador vivia num apartamento de classe média alta, cuidadosamente decorado, que foi destruído pela explosão e teve que se mudar para a casa ocupada por Tyler. Extremamente chocado com a mudança, começa a se adaptar e vai se desconectando do mundo exterior, até deixa de ver TV.

A convivência muda visivelmente o narrador, que perde o controle físico passando a ir para o trabalho sujo e perde dentes. Ele enfraquece cada vez mais, enquanto sua outra personalidade se torna cada vez mais forte. A queimadura na sua mão é um símbolo do seu poder, uma marca permanente da sua filosofia. Não podemos ocupar nossa mente com distrações, é necessário sentirmos a dor e agirmos sobre ela.

Como fica claro no diálogo entre as duas personalidades, Tyler é tudo o que o narrador queria ser. Impulsivo, corajoso, disposto a lutar contra o sistema. Trata da sua revolta e do seu desespero perante a rotina e o estilo de vida que levava,sendo criado para mudar tudo o que o narrador não conseguia sozinho.

Capitalismo

E ainda é uma crítica direta para nossa sociedade consumista, na qual vivemos e os efeitos que ela provoca. O filme nos mostra várias marcas famosas e o modo como o narrador e os demais consomem esses produtos com o objetivo de preencher um vazio interior.

O narrado gasta quase todo o seu tempo trabalhando e quando está livre, não possuindo ninguém, acaba gastando o seu dinheiro em bens materiais. Sem nome, este homem é uma representação do cidadão comum, que vive para trabalhar e juntar dinheiro para depois gastar em coisas que não precisa, mas que a sociedade pressiona a ter cada vez mais (Incrivelmente, mesmo passados 19 anos essa representação é perfeita para a atualidade).

Analise

Apesar de não ter feito sucesso na sua estréia em 1999, hoje possuí muitos adeptos e se tornou cult. Suas atuações foram destacadas, Edward Norton (A Outra História Americana) nos entregou uma atuação com varias nuances, literalmente vivendo duas pessoas diferentes. Enquanto Brad Pitt (Seven e Onze homens e Um Segredo) mais despojado, encarnou um delinquente astuto com muita propriedade.

Além de David Fincher que dirigiu essa obra extremamente complexa, que mudou seu status na história.

Esse é um filme que indico para todos, com toda certeza ele está na minha lista dos dez melhores filmes da história.

Alguém ainda não viu?

 

7 comentários em “CLUBE DA LUTA E SEU CAPITALISMO

  1. Assisti a esse filme quando adolescente, e entrou direto na minha lista de preferidos. Combinou perfeitamente com meu espírito jovem rebelde. E continua combinando com toda pessoa que busca ver o mundo com olhos críticos, até porque o filme ainda é muito atual

    Curtido por 1 pessoa

  2. É um puta filme, com certeza. Inicialmente fiquei interessado nas críticas sociais que o personagem Tyler faz. Achei sensacional. Até o plot twist, aí minha cabeça explodiu. Parei o filme, revi mentalmente algumas partes e pensei: PQP estava lá o tempo todo, rsrsrsrs.
    Um filmaço.
    Abraço.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Um clássico, daqueles que realmente perturbam nossa mente (positivamente), faz com que comecemos a repensar algumas questões de existencialidade! Mas você quebrou a primeira regra, viu?! Hahaha brincs! ^^

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: